Posts Tagged ‘esclarecimentos

15
maio
09

Oficina G3: esclarecimento sobre matéria no Congresso Em Foco

O Oficina G3 vem a público esclarecer que o grupo não tinha qualquer conhecimento de que as passagens cedidas para a banda na ocasião do evento “Desperta, Brasília”, em 31 de agosto de 2007, eram da cota parlamentar do deputado Rodovalho (DEM-DF). A relação do grupo com o deputado e fundador da igreja Sara Nossa Terra, de Brasília, é a mesma que com vários líderes de diversas denominações ao redor do Brasil.

Confira a íntegra da nota enviada ao jornalista Eduardo Militão, do site Congresso em Foco, por Ivan Miranda, empresário do grupo:

Como em todos os eventos que participamos, eu peço um valor de cachê, passagens aéreas, hospedagem e alimentação para a banda. Não tinha conhecimento de serem bilhetes de cota parlamentar, pois eu trato o evento diretamente com o produtor da cidade e ele providencia o envio do etickets, vaucher de hotel, etc. É o produtor que providencia tambem a sonorização e iluminação do evento e arca com os custos para a realização do mesmo. A nossa relação com o deputado Robson Rodovalho é a mesma que com outros lideres de demoninações cristã evangélicas. Por ele ser bispo da Igreja Sara Nossa Terra, assim como Pr. Jabes da Alencar da Igreja Assembléia de Deus do Bom Retiro, Pr Palharim, da Igreja Paz e Vida, Pr. Carlos Alberto Bezerra da Comundade da Graça ,etc. Temos relacionamento também com irmãos da Igreja Católica que sempre nos comvidam para eventos em SP. Finalmente a negociação para tocar no Desperta Braslia foi feita diretamente com o produtor do evento, como faço com todos os eventos de que participamos conforme citei acima.

Em nota, o deputado Rodovalho disse que, mesmo com a cota tendo sido usada estritamente dentro da lei, já devolveu as despesas com passagens aéreas desde que assumiu o mandato, em janeiro de 2007, até tornar-se secretário do Trabalho, em abril de 2008.

O “Desperta, Brasília” foi um evento beneficente, com renda e arrecadação de alimentos destinado a famílias carentes. Confira parte do esclarecimento prestado hoje, pelo deputado, ao público e a imprensa:

As passagens aéreas da cota de seu gabinete parlamentar sempre foram usadas dentro da forma estabelecida pela Mesa Diretora da Câmara Federal e no exercício do mandato e a serviço das Comissões e das Frentes das quais o Deputado participa e coordena: Frente da Família, Frente Parlamentar Evangélica, Comissão do Meio Ambiente, Comissão de Seguridade Social e Família, Comissão de Constituição e Justiça,  e Comissão de Minas e Energia.

Os eventos – marchas, seminários e shows – foram realizados para a propagação dos princípios e valores de consciência da família, inclusive o citado II Desperta Brasília, prática até então utilizada como forma democrática de participação popular e formação de cidadania pelos mais diversos segmentos sociais representados no Congresso Nacional.

O Oficina G3 não tem conhecimento da origem das passagens em todos os eventos que faz. Por um motivo simples: não cabe a banda investigar o contratante e tampouco é esta a nossa função. Fazemos dezenas de shows ao redor do país. Aliás, em todo o mundo do showbizz, no Brasil ou exterior, nenhuma banda, gospel ou não, investiga a origem da passagem fornecida para a realização do evento. Da mesma forma que, por exemplo, um jornalista convidado por uma empresa X para realizar uma reportagem em outro estado ou cidade, com viagem e estadia paga pela empresa, não investiga quem, de fato, custeou este deslocamento.

Procurado pelo jornalista Eduardo Militão, do Congresso em Foco, o Oficina G3 respondeu todas as dúvidas levantadas com a maior rapidez possível, colocando-se a disposição para quaisquer outros questionamentos.

A banda reitera, por fim, que não foi privilegiada em nenhuma frente e sempre pratica todos os seus contratos , com as atividades de responsabilidade dela, rigorosamente dentro da lei.

Atenciosamente,

Equipe Oficina G3

12
dez
08

Clama Minas é cancelado: esclarecimento

O evento que o Oficina G3 participaria na sexta feira, dia 12, em Contagem – MG, e anunciado inclusive aqui neste site, foi totalmente cancelado em cima da hora por quebra de contrato do produtor do show. Não só o Oficina G3, mas todos os outros grupos que tocariam não tiveram os seus acordos cumpridos.

O G3, dando um voto de confiança e considerando a situação do público, esperou até o último momento a possibilidade do contrato ser mantido, mas infelizmente isto não ocorreu, inviabilizando a viagem. O evento foi inteiramente cancelado.

Lamentados o ocorrido e pedimos desculpas ao nosso querido público mineiro. Quem comprou seu ingresso deve retornar ao local de compra para pedir seu dinheiro de volta. A banda reitera o seu desejo de voltar em breve à Minas com um show completo do novo álbum.

Atenciosamente,

Maurício Angelo – Assessoria de Imprensa Oficina G3

27
nov
08

Esclarecimento sobre o show em Hortolândia – SP

Viemos esclarecer que o Oficina G3 não fará show amanhã, dia 28/11, em Hortolândia – SP. Como todos podem ver, a data não consta na agenda da banda. O evento que possivelmente ocorreria nesta cidade foi cancelado há mais de três meses devido a quebra de contrato.

Não temos qualquer responsabilidade por propaganda indevida deste show. Quem comprou ingresso deve retornar ao local onde adquiriu e pedir seu dinheiro de volta.

Reiteramos que todos os shows da banda marcados oficialmente e com data confirmada para acontecer, bem como quaisquer alterações, devem ser conferidas no site oficial. Obrigado.

11
nov
08

Esclarecimento sobre o show em Natal

O show que o Oficina G3 irá fazer no próximo dia 12, em Parnamirim (região metropolitana de Natal), não será o lançamento de um hipotético DVD, como está impresso nos ingressos do evento. O erro foi da produção e da gráfica local.

O show, como todos da turnê nordestina, será o pré-lançamento do álbum “Depois da Guerra”. O repertório deverá conter várias faixas do novo CD, como já noticiado aqui. Esperamos todos vocês lá!

MySpace

03
nov
08

Esclarecimento: MySpace

Até a estréia deste espaço, o Oficina G3 nunca teve um myspace oficial. O que existe são outras páginas criadas e mantidas por fãs, assim como acontece com outras bandas. Assim que conseguimos, pela equipe do MySpace Brasil, o direito de usar o endereço http://www.myspace.com/oficinag3, que estava registrado nos Estados Unidos inativo desde 2006, estreamos este espaço, usando-o extensivamente a partir de agora.

Ele é mantido pela banda e sua equipe, o único e exclusivo myspace do Oficina! Sejam bem-vindos!

03
nov
08

Esclarecimento sobre “Mensagem Subliminar” na música Davi

Meses atrás surgiu no site You Tube um vídeo insinuando que haveria mensagens subliminares na música “Davi”. A seguir, refutaremos tal absurdo.

A tal “mensagem subliminar” começou como brincadeira na Inglaterra pós-Reforma Protestante. Na verdade, o que se tinha na época era uma “língua invertida” fictícia, que não passavam de frases ditas ao contrário para blasfemar contra as instituições sagradas da Igreja Católica. Há passagens da história britânica que comprovam isto.

Nos anos 60, os Beatles foram um dos primeiros a serem acusados de colocar “mensagens subliminares” em suas músicas. A idéia era que, tocando os discos ao contrário, se revelariam frases de cunho satânico e apologias ao uso de drogas, suicídio, etc. O frisson foi tão grande que vários boatos de frases ocultas foram se espalhando sobre inúmeras bandas, gerando uma imensa quantidade de pessoas tentando rodar os discos ao contrário para ouvir as “mensagens escondidas”. Bom lembrar somente, que, ao fazer isto, a agulha da vitrola, com o tempo, estragava os discos, obrigando o dono a comprar outro álbum. Então as gravadoras, sem perder tempo, começaram a ver esta história como estratégia de marketing…e bandas passaram até a brincar deliberadamente com isto, como o Pink Floyd. Contudo, tais “mensagens”, além de nada ter de subliminar, na verdade não existem: são pura ficção advinda de um marketing sujo e desrespeitoso que deu muito certo – alguns dos boatos foram, inclusive, espalhados pelos próprios selos.

Tais frases não passam de projeções, que vão predispondo e sugestionando as pessoas a ouvirem o que se quer que elas ouçam. Aqui entram conceitos clássicos e comprovados da psicologia que não cabem serem discutidos neste espaço.

Além do que, tecnicamente falando, a agulha da vitrola nunca tocava na parte de baixo dos sulcos de vinil, não reproduzindo aquele som e o fazendo somente quando virada ao contrário. Ou seja: de modo normal, ainda que alguma mensagem existisse, ela não seria reproduzida.

E se algo só aparece quando fazemos uso de modo deliberado e intencional, tentando encontrar frases estranhas e desconexas que revelam exatamente aquilo que queremos ouvir, isto está infinitamente longe de ser “subliminar”.


Técnicas verdadeiramente subliminares, em freqüências baixas e praticamente inaudíveis, mixadas a outros sons em faixas sobrepostas, de fato existem, mas não tem absolutamente nada a ver com discos ao contrário, frases invertidas e outras invenções do tipo.

Por fim, basta dizer que estas tais “mensagens escondidas” na música – chamadas de backward masking pelos ingleses – nunca foram comprovadas por uma metodologia cientifica, com notação fonética das frases, engenheiros de som respeitados e psicólogos versados em mecanismos de projeção.


Técnicas subliminares na propaganda, filmes e outros tipos de suporte multimídia sabidamente existem, e são usadas largamente há muito tempo, mas são coisas que estão há anos-luz das alegadas mensagens invertidas, sendo até uma ofensa para os estudiosos do meio igualá-las a esta bobagem.

Por último, a banda Oficina G3 reafirma o seu veemente repúdio a qualquer tentativa de associá-la a tais coisas. E recomenda a seu público que leia bastante e informem-se muito para não ficarem reféns de aproveitadores/agitadores extremamente duvidosos. Tais afirmações, que, a propósito, parecem atingir outros artistas da música cristã, só podem vir de pessoas irresponsáveis e ignorantes quando a profundidade e seriedade do tema.

Há uma vasta bibliografia séria sobre técnicas subliminares disponíveis no mercado, e, caso exista real assunto no interesse, são boas fontes de referência.

A banda vem, através deste comunicado completo, dar por encerrada esta discussão, que já ultrapassou em muito seu alcance.

Estamos desde a nossa fundação firmes no propósito de levar a mensagem de Deus através da música e jamais faríamos uso de tais artifícios para enganar nosso público, pois honestidade, comprometimento e transparência sempre foram marcas do G3.

Cuidem-se e fiquem com Deus!

Recomendado:

Mensagem Subliminar na Música: Palíndromos para patetas?

03
nov
08

Esclarecimento sobre o depoimento de “Guina”

Há algum tempo estamos recebendo emails de pessoas curiosas em saber a relação do Oficina G3 com um certo “Guina”. Segundo o que relatam as mensagens – enviadas por fãs de diversas partes do país – existe alguém rodando o Brasil intitulando-se de “Guina” e declarando ser ex-Racionais MC’s, dando testemunho de sua vida. O envolvimento do Oficina se dá porque está pessoa declara ser casado com uma ex-backing vocal do Oficina G3.

Viemos esclarecer, definitivamente, que, além de desconhecermos totalmente a existência deste “Guina”, suas atitudes, intenções e o que quer que faça, o Oficina G3 nunca teve um backing vocal, seja homem ou mulher. Por isso pedimos cuidado aos irmãos quanto ao que ouvem por aí. Que todos tenham o discernimento necessário em suas vidas com Deus.




Creative Commons License

Atualizações Twitter

abril 2017
S T Q Q S S D
« jan    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Fundação

A MGAssessoria começou em 2006 e o site está no ar desde 04.11.2008.

Estatísticas

  • 114,741 visitas

MGAssessoria Fotos

DSC00423

DSC00422

DSC00421

DSC00420

DSC00419

DSC00418

DSC00417

DSC00416

DSC00415

DSC00414

Mais fotos

RSS Dot Gospel

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.