Archive for the 'Clipping' Category

04
jan
10

Oficina G3 na edição 132 (janeiro/2010) da revista Roadie Crew

A Roadie Crew, com mais de 10 anos de existência e respeitadíssima revista de música pesada brasileira, traz na sua edição atual (número 132 de janeiro de 2010, capa com o Slayer) uma entrevista exclusiva com o Oficina G3.

O jornalista Antônio Carlos Monteiro, um dos maiores nomes do ramo, abriu assim a sua matéria:

Normalmente, expressões como Gospel ou mesmo White Metal costumam causar arrepios nas peles mais radicais. Acontece que se trata de um estilo que não apenas cresce a cada dia como passa longe do estereótipo de uma banda fazendo um sonzinho leve e travestido de Rock com direito a muita pregação aborrecida no meio do show. Só que o negócio já passou esse ponto faz tempo. Há toda uma cena em torno do White Metal brasileiro, da qual um dos principais nomes é o Oficina G3. Formado no final dos anos 80, a banda já lançou, ao longo de mais de duas décadas de atividade, dez álbuns e três vídeos. E seu último CD, Depois da Guerra, é um verdadeiro petardo Heavy Metal que tem tudo para agradar a todos os fãs de música pesada, independentemente da fé de cada um. Conversamos com o tecladista Jean Carlos e com o fundador e guitarrista Juninho Afram (completam o time o vocalista Mauro Henrique e o baixista Duca Tambasco; no momento, o grupo trabalha com bateristas convidados) que falaram sobre o novo disco, explicaram as dificuldades encontradas na carreira, explicaram a relação música/fé e contaram seus planos para o futuro.

A banda agradece a equipe da revista pelo interesse e recomenda ao seu público a presente edição, exemplo perfeito de como diferentes vertentes artísticas e ideológicas da música pesada podem conviver harmoniosamente num mesmo espaço, dada a variedade dos artistas entrevistados e resenhados.

Stay Heavy!

Site Oficial

MySpace

08
out
09

Depois da Guerra bem avaliado na Stryke Magazine

DDG recebeu nota 9 em 10 na Stryke Magazine. A revista existe desde 1995, tendo várias edições impressas e atualmente funciona em seu site oficial. Após uma ambientação nos feitos e na história da banda, o autor Fred Mika fez uma avaliação técnica extremamente positiva do álbum. Confira:

“Desde a climática e viajante instrumental de abertura, “D.A.G.”, para logo cair no peso com influenciais do heavy metal contemporâneo com new metal da década de noventa em “Meus Próprios Meios”, e, o turbilhão sonoro não para ai. Do prog metal temos “Eu Sou” e “Meus Passos” que apresentam arranjos com ritmos quebrados, progressões e acentuações bem diversificadas.

“Continuar” e ‘Tua Mão” já são duas composições mais cadenciadas onde o vocalista pode trabalhar mais na melodia. Bonitas baladas com interessantes linhas melódicas do teclado embora a primeira seja mais climática e a segunda um pouco mais Power ballad.

“De Joelhos”, “Muros” e “Obediência” já são mais hard rocks modernos na linha do Dr. Sin com riffs poderosos e arrastados intercalados com arranjos de teclados.

A faixa titulo, “Depois Da Guerra (D.D.G.)”, bem pesada e com uma mensagem bem contundente, além de interessantes e variadas passagens que dão a faixa um clima especial, como as partes vocais que logo ganham corpo nos compassos posteriores para culminar numa passagem forte de bumbos duplos dos refrões e uma ponte mais light na seqüência e solos muito bem elaborados.

“A Ele” e “Incondicional” são outras duas baladas, mas dessa vez a primeira com toques das baladas do rock progressivo a La Kansas e Styx e a segunda com estrutura mais na linha do hard rock americano oitentista.

“Better” é outra faixa pesada mas dessa vez cantada em inglês assim como a interessante cover que fizeram para “People Get Ready” de Jeff Beck e Rod Stewart. Interessante a aproximação da interpretação para vocal rouco de Rod. Ficou muito boa essa releitura.

As todo são quinze composições e a que fecha o álbum é mais uma balada power, uma versão para inglês de “Unconditional”. Enfim, um álbum pesado, com excelentes timbragens, bem produzido e mensagens incisivas.

Resenha completa aqui.

MySpace

24
ago
09

Depois da Guerra: ótimo review em site francês

O site francês “The Magic Fire Music Webzine”, dedicado ao metal de todo o mundo, fez ótima avaliação do álbum “Depois da Guerra”. O jornalista Cedric The Keeper o coloca como um dos melhores do ano e deu nota 19 em 20. A versão original do review (em francês) você pode ver aqui. E a versão traduzida, em português, logo abaixo:

Aqui está um album que passou por uma longa jornada para chegar até a minha mesa! Atravessar todo o oceano Atlântico a partir do Brasil não é coisa simples. Longa viagem, mas obviamente valeu a pena. Primeiro preciso agradecer a banda por me enviar o CD e ser tão atenciosa. O Oficina G3 é uma banda do Brasil que, apesar de parecer nova, já tem 20 anos de carreira. Formada pelo guitarrista Juninho Afram, o baterista Walter Lopes e o baixista Wagner Garcia, começaram tocando um som melódico ao estilo do Stryper (outra banda cristã). Com os anos, passaram a algo mais pesado para finalmente nos oferecer um album de metal progressivo que não fica nada a dever a bandas como Pain Of Salvation, Dream Theater e Wastefall.

Depois da Guerra é o oitavo álbum de estudio e sem dúvida o mais forte. Mauro Henrique, um novo vocalista, se juntou ao grupo, definitivamente permitindo ao quarteto um novo som, mesmo que, por entrar durante o processo de composição do CD, tenha participado menos do que provavelmente o fará num próximo trabalho.

Ao contrário dos seus colegas como Sepultura e Angra, o Oficina G3 opta por cantar em português, o que obviamente é respeitável e também arriscado. Atualmente, esta escolha soa estranha se você quer atravessar barreiras com a sua música, mas não é um problema para o grupo. O português pode soar confuso, exatamente como alguma outra língua a que não estamos acostumados, como espanhol ou norueguês. Mas devo admitir que não poderia soar melhor. Como o Avalanch (falando sobre minha própria experiência) me apaixonei desde a primeira música. O que parece difícil no início revela-se extremamente melódico e, às vezes, melancólico (no melhor sentido).

Atualmente, para fazer diferença, uma banda de metal progressivo precisa ter um senso muito único e sem dúvida o Oficina G3 o possui: quando você ouve as 15 faixas do DDG, fica a nítida impressão de que eles tem talento suficiente para conquistar o mundo. Desde a primeira audição você perceberá características que os tornarão autênticos. Muita melodia (presença constante dos teclados), às vezes mais agressivos, trabalhando a técnica sem auto-indulgência. As canções de duração considerável (chegando aos 6 minutos), são fantásticas.

Por cima de tudo isso você pode colocar bastante punch, um vocalista incrível (que manda tão bem em inglês quanto em sua língua nativa),  um guitarrista super talentoso, um tecladista com feeling e um baixista que você precisa ouvir.

A transição entre as faixas é perfeita. Às vezes pesadas, de andamento médio ou belas baladas. As mais lentas, aliás, são aquelas que nos permitem apreciar melhor o português. “Continuar” é um perfeito exemplo, com seu leve toque orquestral. “Tua Mão” me deixou sem comentários, uma balada radiofônica de sentimentalismo sofisticado (longe da pieguice).

Claro que as faixas mais pesadas são tão boas quanto. Especialmente a primeira, “Meus Próprios Meios”. O toque hardcore no vocal e as acelerações dão um ótimo groove que é o tom de toda a obra…muito próxima da excelência. “Meus Passos” irá te surpreender com ótimos riffs e melodicas intrincadas de teclado. Não me parece longe do Wastefall ou dos últimos trabalhos do Avalanch…boa música como não se vê com facilidade por aí!

Você será pego pela introdução da faixa-título, Depois da Guerra. Novamente o grupo funde o pesado e melódico em momentos excepcionais. Talvez a melhor música do CD. Não posso deixar de destacar o solo de Juninho Afram, e também sua bela performance vocal.

As faixas em ingles estão no fim do CD. Um risco que algumas pessoas do Brasil podem não ter gostado muito. Uma crueldade. Posso dizer seguramente que Mauro Henrique dá conta do recado sem qualquer sotaque aparente. A qualidade das músicas continua ótima e posso imaginar tranquilamente o Oficina G3 compondo um novo álbum inteiramente na língua de Shakespeare.

“People Get Ready” me deixou bastante impressionado. A cover da música escrita por Curtis Mayfield foi interpretada magistralmente. O CD termina com “Unconditional”, a versão em inglês da balada “Incondicional”.

Excelente album. Sem dúvida entra na minha lista dos melhores do ano. Quando mais eu ouço, mais eu aprecio. Não fiquem receosos por eles cantarem em português, você não se arrependerá!

Por fim, gostaria de agradecer a banda. Primeiro por seu talento e paciência e também pela beleza da arte gráfica do álbum e o ótimo website.

Nota final: 19/20

Cedric The Keeper – Magic Fire Music Webzine

21
jul
09

DotCast faz programa especial com o Oficina G3

O programa DotCast, o principal podcast cristão do país, do site DotGospel, fez um programa especial com o Oficina G3. Mauro Henrique, Juninho Afram, Duca Tambasco e Jean Carllos falaram sobre várias novidades da banda que estão vindo à tona (DVD, clipe novo, o futuro do grupo…) além de informações sobre o álbum D.D.G. um bate-papo sobre religião e outras curiosidades.

Ouça e baixe o programa neste link.

17
jul
09

Juninho Afram: “queremos fazer em Santa Bárbara um show conceito que poucas bandas fizeram”

Contabilizando quatro discos de ouro, inúmeras turnês internacionais, duas indicações ao Grammy Latino nos anos de 2005 e 2007 e sendo considerada a maior banda de rock cristão do Brasil, integrantes da “Oficina G3” estiveram na cidade de Santa Bárbara d’Oeste na tarde de hoje (16) concedendo entrevista coletiva e anunciando a gravação do mais novo DVD nas dependências da antiga Usina Santa Bárbara, intitulado “DDG Experience”. O município, através da Secretaria de Cultura e Turismo, está apoiando o evento.
O grupo já esteve em Santa Bárbara recentemente gravando um clipe nas dependências da antiga usina e todo DVD será produzido em película de 35 mm em alta definição, utilizando o que há de mais moderno, já preparado para a edição em Blu-ray.
Juninho Afram, integrante mais antigo da banda, falou da expectativa de gravar em Santa Bárbara d’Oeste. “A melhor possível, a gente tem ensaiado todos estes meses e queremos fazer na cidade um show conceito e que poucas bandas fizeram. Está tudo sendo preparado para que seja uma experiência nova”, disse.
O grupo composto por Juninho Afram (guitarra), Jean Carllos (teclado), Duca Tambasco (baixo) e Mauro Henrique (vocal) se apresenta no dia 25 de julho (sábado) em duas sessões, às 19 e 22 horas. Os ingressos podem ser adquiridos antecipadamente na Cafeteria Aroma (Tivoli Shopping) e Relojoaria Val Central (Centro) ou na usina no dia do evento.

Contabilizando quatro discos de ouro, inúmeras turnês internacionais, duas indicações ao Grammy Latino nos anos de 2005 e 2007 e sendo considerada a maior banda de rock cristão do Brasil, integrantes da “Oficina G3” estiveram na cidade de Santa Bárbara d’Oeste na tarde de hoje (16) concedendo entrevista coletiva e anunciando a gravação do mais novo DVD nas dependências da antiga Usina Santa Bárbara, intitulado “DDG Experience”. O município, através da Secretaria de Cultura e Turismo, está apoiando o evento.

O grupo já esteve em Santa Bárbara recentemente gravando um clipe nas dependências da antiga usina e todo DVD será produzido em película de 35 mm em alta definição, utilizando o que há de mais moderno, já preparado para a edição em Blu-ray.

Juninho Afram, integrante mais antigo da banda, falou da expectativa de gravar em Santa Bárbara d’Oeste. “A melhor possível, a gente tem ensaiado todos estes meses e queremos fazer na cidade um show conceito e que poucas bandas fizeram. Está tudo sendo preparado para que seja uma experiência nova”, disse.

O grupo composto por Juninho Afram (guitarra), Jean Carllos (teclado), Duca Tambasco (baixo) e Mauro Henrique (vocal) se apresenta no dia 25 de julho (sábado) em duas sessões, às 19 e 22 horas. Os ingressos podem ser adquiridos antecipadamente na Cafeteria Aroma (Tivoli Shopping) e Relojoaria Val Central (Centro)  na usina no dia do evento e também em vários pontos oficiais disponíveis no site da banda.

Matéria: Rodrigo Maiello (assessoria de imprensa da prefeitura de Santa Bárbara)

02
fev
09

Oficina G3 na edição 2098 da revista Veja

Entrevistados pelo jornalista Sérgio Martins e fotografados por Manoel Marques, para a edição de 04 de fevereiro de 2009 [nº 2098] da revista Veja, nas bancas, o Oficina G3 contou um pouco da sua trajetória e também falou sobre seu novo álbum, “Depois da Guerra”. A matéria “Estrelas da religião – cantar com fé” aborda alguns dos principais artistas da música cristã, católica ou evangélica. Para os jornalistas, este é um mercado “que não conhece crise”. Confira o relato sobre o G3 logo abaixo e leia a matéria completa disponível aqui.

screenshot127

MySpace

Site Oficial

14
jan
09

Oficina G3 e LC.9 nos jornais A Gazeta e Notícia Agora, do Espírito Santo

O show de lançamento dos novos álbuns do Oficina G3, “Depois da Guerra” e do LC.9, que ocorrerá no próximo dia 23 de janeiro em Guarapari, no Espírito Santo, foi coberto pelo principal jornal do estado, A Gazeta, e pelo mais popular, o Notícia Agora.

Na edição do dia 05 de janeiro, o Notícia Agora, em matéria de Jardel Torezani, publicou um box especial falando sobre o evento, que você pode ver abaixo:

 

oficinalc9noticiaagora

Já o jornal A Gazeta, o mais importante do ES, publicou em sua Coluna da Fé, de Luciana Raymundo, em 14.01.09, uma chamada para a tarde de autógrafos que o Oficina G3 irá fazer, no dia 23, as 14 horas, no Siribeira Clube, em Guarapari. A entrada é a apresentação do ingresso do show, que custa R$ 20 inteira e R$ 10 meia.

oficinag3agazeta

As duas bandas agradecem a imprensa do Espírito Santo, que sempre as trataram bem, e convida a todo o público para o grande show do dia 23!

MySpace Oficina G3

MySpace LC9




Creative Commons License

Atualizações Twitter

junho 2017
S T Q Q S S D
« jan    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Fundação

A MGAssessoria começou em 2006 e o site está no ar desde 04.11.2008.

Estatísticas

  • 114,785 visitas

MGAssessoria Fotos

DSC00423

DSC00422

DSC00421

DSC00420

DSC00419

DSC00418

DSC00417

DSC00416

DSC00415

DSC00414

Mais fotos

RSS Dot Gospel

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.